»»
Home > Posts tagged "BIKE Magazine"

Edição de outubro/novembro da BIKE Magazine já nas bancas!

Já podes adquirir a tua edição #241 da BIKE Magazine, a revista especializada do setor mais vendida em Portugal. Neste número poderás encontrar as novidades da coleção 2018 de várias marcas, testes exclusivos, um resumo dos Campeonatos do Mundo, três artigos de mecânica, três temas de treino, aventura, artigos de opinião e muito mais. 8275

BIKE Magazine de agosto/setembro já nas bancas!

E que edição! Nela poderás encontrar os novos modelos lançados pela Specialized, Trek, Scott, Focus, BH e Shimano. Para além do tão aguardado comparativo entre duas transmissões rivais: Shimano XT Di2 e Sram Eagle. Tudo isto em exclusivo nacional! Mas há mais, muito mais... 7032

Editorial BIKE Magazine 240

A poucos dias da realização da maior feira mundial – a Eurobike – já sabemos quais serão as grandes novidades apresentadas. Temos passado os últimos meses a percorrer meio mundo nas apresentações internacionais das marcas e em Portugal os nossos leitores têm podido ver o que as coleções de 2018 reservam. Uma tendência é óbvia (aliás, já era expectável): o crescimento abrupto de bicicletas elétricas. O chamado “BTT elétrico”, ou e-mtb, como é oficialmente denominado, veio para ficar e poderás encontrar desde a bicicleta mais racing de maratonas equipada com uma bateria, até uma pura bike de downhill “aditivada” com um motor Bosch. No Eurobike também estarão em exposição bicicletas de estrada topo de gama equipadas com as transmissões de topo, travões de disco e baterias ocultas no quadro. Há quem chame aberrante a esta nova tendência, mas a verdade é que, passe o pleonasmo, o setor elétrico tem sido o “motor” da economia do mundo das bicicletas, tendo já ultrapassado a produção, bem como a faturação das bicicletas ditas tradicionais (isto é, sem motor). Portugal ainda é um caso à parte, sobretudo porque o nosso consumidor-alvo é predominantemente mais focado em bicicletas de gama média ou média/alta em que

BIKE nº238 já nas bancas!

A edição de abril/maio já chegou às bancas! Nela encontrarás um comparativo de óculos e testes a bicicletas e produtos da Specialized, Kalkhoff, Berg, KTM, Polisport, Pro, Bontrager, POC, Lynxtreme e Spiuk. Também testámos os novos pneus da Michelin e poderás ficar a saber realmente o que valem estes gauleses. 2751

Sumário da edição nº238 da BIKE Magazine

Edição abril/maio   Atualidade 06 Noticiário Os produtos mais recentes a chegar ao mercado, as curiosidades da indústria das bicicletas e os rumores. Aqui encontrarás tudo, bem como dicas e ainda a crónica - sempre cáustica - do Betetista da Máscara.   Exclusivo 18 Apresentação Michelin Fomos ao sul de França testar os quatro novos pneus desta marca e mostramos-te os prós e os contras.   Zona de Testes 22 Teste KTM Scarp Master 29 12v 26 Teste Specialized Epic HT Expert Carbon WC 30 Teste Kalkhoff Integrale I10 34 Minitestes Testámos três bicicletas diferentes (uma rígida, uma suspensão total e ainda uma elétrica), bem como oito produtos para que ponderes qual é a melhor opção para ti.   Artigo Especial 40 eBikes e Tecnologia Numa altura em que as bicicletas elétricas estão a transformar por completo o panorama internacional, fazemos uma análise a tudo o que envolve este tipo de bicicletas. Mostramos quais as variáveis, os componentes, os tipos de bateria, a legislação, tipos de e-bikes e o que o futuro nos trará. Póster 50 White Style   Escola Bike 52 Categorias do BTT - Neste artigo ficarás a conhecer detalhadamente as características de cada vertente 56 Comida saudável - Esquece as patuscadas ao fim de semana. Vamos ensinar-te a comer convenientemente e ainda te oferecemos um menu ideal. 60 Como evitar dores nas

BIKE Magazine na Andalucia Bike Race – 5ª Etapa

Os 103,7 km com 1911m de acumulado da etapa de hoje não fariam muita mossa se não fossem precedidos de muita mais distância e subidas nos dias anteriores. Mais rolante e facilitador de boas médias, o percurso custou mas está feito!   Texto: Pedro Pires Fotografia: Andalucia Bike Race   O dia começou com uns quilómetros rolantes, para logo se encetar uma longa mas suave subida, que se prolongou por cerca de 15km. Só depois de vencido este desafio houve direito a uma paisagem mais natural, já que antes se pedalou várias vezes por estrada e perto de localidades. A parte intermédia do percurso desenrolou-se entre os 650 e os quase 800m de altitude, integrando bastantes singletracks, ainda que menos que nos dias anteriores. A paisagem fazia lembrar o centro interior do nosso Portugal, com os pinheiros cercados de vegetação rasteira e um solo seco e repleto de pequenas pedras de xisto. Foi o medo de furar nestas pedras que me fez rolar com bastante pressão no pneu traseiro, o que me causou bastante desconforto durante tudo o que não era descida ou alcatrão. Sem as rampas medonhas dos dias anteriores, o percurso desenrolava-se de maneira relativamente fácil, mas quando o gráfico de altimetria mostrava uma longa

TOPO